Alerta, prevenção e cuidados marcam o “Dia mundial dos rins”. Milhões de pessoas morrem devido a complicações relacionadas à doença renal

Todos os anos, na segunda quinta-feira do mês de março, é celebrado o Dia Mundial dos Rins. O objetivo da data é informar ao maior número de pessoas sobre prevenção, tratamento e os principais fatores de risco. De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), anualmente, milhões de pessoas morrem devido a complicações relacionadas à doença renal crônica que é silenciosa e afeta consideravelmente a qualidade de vida. Por isso, nesse dia especial, o nefrologista do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), Manoel Pacheco, faz um alerta quanto aos cuidados que devem ser tomados, principalmente com idosos e dá dicas de como cuidar bem desse órgão essencial para filtrar as toxinas do sangue e, através da urina, desintoxicar o corpo.

De acordo com ele, a prevenção de uma doença crônica renal está diretamente ligada a alguns cuidados importantes que a pessoa deve ter, pois, o adiamento da falência dos rins estão diretamente ligados ao controle do diabetes e da pressão arterial. “O alerta que eu faço é manter o hábito saudável e a hidratação é fundamental, quem for portador da doença renal crônica e se desidratar vai forçar o rim. Outra dica é de comer pouco sal porque não vai ficar hipertenso e quem for hipertenso vai controlar a pressão arterial que é um dos fatores de agressão do rim”, alerta.

Dicas importantes sobre o funcionamento dos rins são os exames simples de urina e creatinina. O diabético faz parte de um grupo de risco e deve ter sempre um monitoramento. Dr Manoel Pacheco destacou ainda que 80% das pessoas que entram em um programa de terapia renal substitutiva desconfia que era portador da doença. “Essa é uma estatística triste, o paciente nem sabe que tem rim e quando sabe descobre que o rim dele parou e vai fazer dialise, imagine o psicológico desse paciente. É muito importante repassar a informação. Se você tem um vizinho que é diabético, peça pra ele ver se o rim está funcionando direitinho, o hipertenso também, essas dicas devem ser multiplicadas e passar a ser monitorada com acompanhamento médico”, completou o médico.

Adotar hábitos saudáveis promovem o funcionamento adequado dos rins, além de prevenir o desenvolvimento de outras doenças. A prática regular de exercício físico promove o bem-estar geral do corpo, além de ser uma terapia natural para o controle da pressão arterial elevada e a retenção de líquidos.

A mãe da professora Ilza Santana, 44, está em tratamento de hemodiálise no Huse. A aposentada sofre com a pressão alta que passou a ser controlada com medicação correta no hospital. Depois de ter várias passagens pelo hospital foi descoberto um problema renal. “Ela passou mal em casa e trouxemos para o hospital, ela já está com outro semblante e vem apresentando melhoras. Já sinalizaram com a questão da vaga dela que estão em busca e em breve estará em casa tratando só na clínica. Eu só tenho o que agradecer por esse centro de nefrologia tão completo e organizado”, concluiu a professora.

Matéria publicada no f5news

Avatar

Nelson Roberto

O Nelson ira escrever sua auto biografia em breve! Aguardem!

Deixe uma resposta