Militares anunciam apoio à paralisação da Frente Unificada no dia 19

Policiais e bombeiros militares realizaram uma assembleia na manhã desta quarta-feira, 12, na Praça Olímpio Campos para definir a participação dos militares na paralisação da Frente Unificada marcada para a próxima semana, dia 19.

De acordo com o representante das Associações Unidas da Polícia Militar, Will Guerreiro, os militares decidiram pela deflagração do “Policial Legal”, movimento de conscientização dos próprios militares e da sociedade. “Faremos uma cartilha, vamos distribuir nos quartéis, conversar com os policiais e principalmente com a sociedade sobre as mazelas que os profissionais da segurança pública enfrentam em Sergipe. O movimento também engloba o apoio à paralisação da próxima semana”, diz.

No dia 19, a categoria seguirá o calendário de luta da Frente Unificada composta por policiais civis, agentes prisionais, agentes socioeducativos e papiloscopistas. “Todo o trabalho investigativo das delegacias estarão suspensos nesse dia e isso prejudica diretamente o trabalho da Polícia Militar, então, vamos ser solidários as categorias. O objetivo da Frente Unificada é chamar a sociedade para um debate profundo sobre segurança pública, e nós somos favoráveis a esse tipo de ação”, ressalta Guerreiro.

Paralisação

No dia 19 haverá paralisação nas delegacias de todo o Estado. Na capital, os atos acontecem em três momentos: às 7h ocorrerá doação de sangue no Instituto de Hematologia e Hemoterapia de Sergipe (IHHS), às 9h acontece um café da manhã em frente ao Palácio dos Despachos, e às 18h os policiais civis estarão concentrados na Central de Flagrantes no bairro Santos Dumont.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis de Sergipe (Sinpol), as ações ocorrerão ao longo do dia como forma das categorias demonstrarem a insatisfação e revolta com o descaso do Governo perante as demandas das categorias.

Por Karla Pinheiro

Avatar

Nelson Roberto

O Nelson ira escrever sua auto biografia em breve! Aguardem!

Deixe uma resposta