Trânsito na Passarela do Caranguejo pede proteção e socorro!

A vida em Aracaju anda sem valor algum – pelo menos num aspecto de trânsito. Vejamos o exemplo da Avenida Santos Dummont, na Orla da Atalaia. Ali próximo ao Corpo e Bombeiros tem o monumento ao caranguejo exatamente na Passarela do Caranguejo.

Todos os dias e, notadamente aos finais de semana, é grande o fluxo de veículos e pedestres por ali, uma área de estacionamento à beira mar e lugar de restaurantes, lotéricas, hotéis e comércio de forma geral no lado oposto. Sem contar nos milhares de turistas fazendo selfies na estátua do caranguejo.

Pois ali é constante o flagrante de carros em alta velocidade, motocicletas possantes dando arranques e praticando rachas, ciclistas que também não respeitam pedestres.

Naquele local já presenciei inúmeros acidentes, alguns dos quais tive amigos como vítimas fatais e todos sabem que não é possível continuar da forma em que está por anos a fio.

No trecho que compreende entre o Corpo de Bombeiros e o retorno do antigo Hotel Parque dos Coqueiros, depois do Estacionamento do Amanda, há urgência de que se instale um sistema de segurança no trânsito com a presença constante de agentes, bem como disponibilização de radares ou lombadas eletrônicas.

Defronte à Casa de Show Atlanta tem uma área de lazer infantil, com um estacionamento onde acontecem eventos, e o risco de atropelamento ali é constante. Será que alguma autoridade com competência tomará alguma atitude somente quando perder um ente querido? Gente, peraí!

É inconcebível e revoltante que a população permaneça inerte diante de tão grave problema. Pelo amor da vida de todos nós, vamos criar um movimento para nos defender. Acredito que ninguém nutre o desejo de virar mais nas estatísticas das mortes do trânsito.

Deixe uma resposta